ISOPO SANTO (Artemisia vulgaris L.)

ISOPO SANTO (Artemisia)


Família: Asteraceae (Compositae)


Sinonímia: Artemísia comum, artemija, flor-de-são-joão, artemige, artmígio, erva de são joão, losna brava.


Origem: Europa.


Descrição: É uma planta herbácea, perene. Planta de mais ou menos um metro de altura, de folhas verdes-escuras na parte da frente e prateadas atrás. Os talos, pubescentes, apresentam tons purpúreos. As flores púrpuras ou amarelas, desabrocham em capítulos densamente agrupados. O sabor das raízes é um pouco amargo e o das flores, doce. Os capítulos florais devem ser colhidos antes que se abram. Prefere locais ensolarados e arejados.


Uso fármaco-terapêutica: Calmante, afecções gástricas, hepáticas, cólicas intestinais, na eliminação de vermes. 


Propagação: Por enraizamento de ramos herbáceos.


Parte utilizada: Folha e sumidade florida.


Constituintes químicos principais: Óleo essencial (cineol, tuiona), artemisina(principio amargo), tanino, matérias resinosas, pécticas.


Formas farmacêuticas habituais: Infuso, decocto, extrato fluido, pó, tintura, xarope, pílulas.


Indicação, Preparo e Posologia: Antiespasmódico, emenagogo, histeria, convulsões, epilepsia, cólicas menstruais.


a) Pó- (Convulsões) misturar em 20mg de pó de raiz seca, um pouco de açúcar. Fazer de hora em hora, aumentando a dose até 100mg.
b) Pó- (Epilepsia) misturar 150mg de pó de raiz seca em 30g de açúcar. Tomar 4 vezes ao dia.
c) Infusão- (Menstruação difícil) colocar 30g de flores e folhas secas, em 1 litro de água fervente. Adoçar e beber em jejum 1 cálice pela manhã, nos 4 a 5 dias que antecede a menstruação.
d) Infusão- (menstruação dolorosa) beber 3 cálices ao dia da infusão acima descrita, durante o período menstrual.

© 2018 - medicinacaseira.com.br   

  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social
  • b-facebook
  • Twitter Round
  • b-googleplus