Folha da Fortuna - (Bryophyllum pinnatum (Lam.) Oken.)

folhas
Flor
Kalanchoe brasilliansis Cambess
Kalanchoe daigremontiana Raym.-Hamet & H.Perrier

Folha Santa (Saião)

Família: Crassulaceae


Nome Científico: Bryophyllum pinnatum (Lam.) Oken.


Sinonímia Vulgar: Saião, courama-vermelha, folha-grossa.


Sinonímia Científica: Bryophyllum pinnatum Kurz; Bryophyllum pinnatum (Lam.) Kurz; Bryophyllum pinnatum Archers & Schwemf; Kalanchoë
pinnata (Lam.) Pers.; Cotyledom pinnata Lam.; Bryophyllum caycinum Salisb.; Bryophyllum proliferum Bowie; Crassuvia floripendula Comm.; Sedum madagascariense Clus.

Descrição: Planta herbácea com até 1,5 m de altura. Folhas curtamente pecioladas, simples ou compostas trifoliadas, suculentas, ovais ou obovais, de margem crenada, peninérvea. Flores vermelhas, pendentes na inflorescência, ultrapassando o cálice rosa com 4 sépalas e 4 pétalas e possuindo 4 carpelos livres. Multiplica-se por sementes ou, ainda, suas folhas caindo no solo desenvolvem raízes, produzindo novas plantas.


Parte Usada: Folhas. 


Forma Farmacêutica: Folhas ao natural aquecidas.


Emprego: Cefalalgias e dismenorreia. E, principalmente, queimaduras e lesões na pele. Vulnerária. Gastrite: macerado em 1/2 copo d’água após as refeições. Nas queimaduras, usam-se as folhas lavadas e raspadas colocando-se diretamente sobre a pele. Para dores musculares, deve-se esquentar a folha na chapa quente e colocar sobre a parte do corpo dolorida.


Constituição Química: 2-bufodienolídeos (briofilina B de atividade antitumoral e briofilina (de ação inseticida), além de hidrocarbonetos, álcoois simples, triterpenos, esteróis e flavonoides livres (quercetina, campferol).


Interações Medicamentosas e Associações: É associado a folhas de malvarisco (boldo comum) para tosse.


Toxicidade: Seu uso interno por tempo prolongado pode causar hipertiroidismo.

© 2018 - medicinacaseira.com.br   

  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social
  • b-facebook
  • Twitter Round
  • b-googleplus