PAU-FERRO

Nome Popular: JUCÁ, IBIRÁ-OBI, IMIRÁ-ITÁ, PAU-FERRO-DO-CEARÁ, JUCAÍNA, ICAINHA, MUIAROBI, MUIRÉ-ITÁ

NOME CIENTÍFICO: Caesalpinia férrea Mart.

 

FAMÍLIA: Fabaceae

CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS:

ÁRVORE: mede entre 20 e 35 metros de altura. Copa arredondada e larga, variando entre 6 e 12 metros de diâmetro.

TRONCO: de 40-60 cm de diâmetro, liso, marmorizado, de um branco muito claro, entremeado por tons de cinza, e descamante.

FOLHAS: compostas bipinadas, de cuja haste central (de 7-20 cm de comprimento) surge um conjunto de 4-7 de pinas, que se estendem em hastes periféricas e são dotadas de até 6 pares de pequenos folíolos elípticos, cobertos de pelos curtos e amarelados.

FLORES: amarelas e pequenas, se confundem com a folhagem.

FRUTO: uma vagem, seca, extremamente dura e resistente.

SEMENTE: dura, preta e arredondada, parecendo um feijão, com média de 1 cm de comprimento.

FLORAÇÃO: de novembro até fevereiro. A maturação dos frutos ocorre entre os meses de julho e janeiro.

USO/ÁRVORE: ótima para paisagismo. Empregada na arborização urbana.

USO/MADEIRA: muito pesada, dura, de textura fibrosa e durável. Utilizada, na indústria civil, na confecção de vigas, e na fabricação de violões, violinos e cachimbos. Na medicina popular a casca tem propriedades anti-inflamatórias e analgésicas.

USO/OUTRAS UTILIDADES: sua casca é muito usada na medicina popular, tendo propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, anticancerígenas e antiúlceras.

OBTENÇÃO DE SEMENTES: Os frutos devem ser colhidos da árvore, quando escurecerem, ou do chão, quando caírem. Secá-los ao sol e auxiliar a quebra das consistentes vagens para a liberação das sementes.

PRODUÇÃO DE MUDAS: tão logo sejam obtidas, risque a superfície das sementes. Em seguida, plante-as em canteiros semi sombreados. Melhor empregar substrato organo-argiloso na terra. Irrigue duas vezes ao dia o canteiro. A emergência ocorre em 20-30 dias, com taxa de germinação por vezes superior a 70%. Transplante as mudas para embalagens individuais quando com 4-6 cm. Em local de plantio definitivo, a planta desenvolve-se rapidamente, atingindo 4m aos 2 anos.

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA:

 

LORENZI, Harri. “Árvores Brasileiras Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil”. Vol. I. Editora Plantarum, Nova Odessa, São Paulo, 1992, p.147. |

 

“PAU-FERRO (Caesalpinia ferrea)” in “Árvores Nativas”. ONG Viva Terra -SOCIEDADE DE DEFESA, PESQUISA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL. | “PAU-FERRO” in PLANTAMED.| Galdino, Graciliano; Mesquita, Mariana Rabello; e FERRAZ, Isolde Dorothea Kossmann. “Descrição morfológica da plântula e diásporos de Caesalpinia ferrea Mart”. Nota Científica, Revista Brasileira de Biociências, Porto Alegre, v. 5, supl. 2, p. 747-749, jul. 2007.

© 2018 - medicinacaseira.com.br   

  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social
  • b-facebook
  • Twitter Round
  • b-googleplus