Losna do Mato - (Egletes viscosa (L.) Less)

Angiospermae - Asteraceae (Compositae)

Nome Popular: marcela, marcela da terra, marcela do sertão, chá de lagoa, losna do mato

Parte Usada: capítulos florais

Indicações: problemas do estomago, intestino, cólicas, gases, azia, ma digestão, diarreia e enxaqueca

 OCORRÊNCIA


 América Central e América do Sul: Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Venezuela e Peru.

 

 DESCRIÇÃO 


Erva anual, prostrada, 10-30 cm de altura, fortemente fragrante. Caule e ramos com pelos glanduloso-viscosos. Folhas simples, alternas, curto-pecioladas; lâmina 3-7 cm comprimento, partida, verde-cinérea. Inflorescências em capítulos globosos, 5-7 mm de diâmetro. Flores marginais com lígulas estreitas, 1-2 mm; flores centrais tubulosas, monoclinas, amareladas. Fruto aquênio, 2-3 cm, com papus coroniformes, crassos.

 

USOS

 

Parte Usada e Uso Popular: O infuso das inflorescências é indicado como calmante, digestivo, contra flautulências, insônias, tônico capilar, clarear cabelos, perfumar roupas e afugentar os insetos, emenagogo e abortivo (Agra 1996); estimulante da secreção gástrica (Agra et al. 1994); antidiarréico (Agra 1982, Agra et al. 1994, Matos 2000); Clareamento dos cabelos (Agra & Silva 1993); preventivo da gastrite e protetora da mucosa do estômago, contra enxaquecas, dispepsias, azias e má digestão (Matos 2000).


Farmacologia: Os estudos farmacológicos comprovaram as atividades antiinflamatória e antianafilática (Souza et al. 1992), antidiarréica (Rao et al. 1997a), antiproliferativa (Pessoa et al. 2000), antinociceptiva e gastroprotetora (Guedes et al. 2002).


Fitoquímica: Flavonóide: ternatina (Rao et al. 1994, Lima et al. 1996, Rao et al. 1997a, Guedes et al. 2002, Rao et al. 2003, Vieira et al. 2004). Diterpenos: (Guedes et al. 2002). Terpenos: ácido centipédico, lactona do ácido 12-acetoxi-hawtriwaico (Guedes et al. 2002); acetato de trans-e cis-carvila, acetato de sabinila, acetato de verbenila, ciclopentaetilideno, acetato de geranila, 5-metilfuranona, acetato de trans-pinocarvila (Lima et al. 1996).

© 2018 - medicinacaseira.com.br   

  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social
  • b-facebook
  • Twitter Round
  • b-googleplus